quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Entenda a Crise na Time Warner... e nas Corporações de Mídia e Entretenimento

por
Corto de Malta

Disney Querendo Comprar a Warner? Fox Querendo Comprar a Warner? O que está acontecendo com um dos maiores grupos de mídia e entretenimento do mundo?

Não custa lembrar que ano passado já adiantamos a turbulência interna por que vinha passando o grupo Time Warner que culminou no fim da parceria da Legendary com a Warner Bros., fazendo com que a mesma fosse oferecer seus serviços a Universal. Leia aqui.

Parece que recentemente Rupert Murdoch, o dono da Fox, tentou comprar a Time Warner, e até brincou que isso poderia gerar um encontro dos X-Men com a Liga da Justiça nos cinemas. Agora, seria a vez da The Walt Disney Company ter tentado adquirir a Time Warner, o que gerou, claro, especulações sobre fundir as maiores franquias de heróis Marvel e DC no Cinema.


Segundo a fonte do Hollywood Reporter a Disney teria interesse particular no canal de notícias CNN. Outras possíveis compradoras, além da Disney, são a Google e a Apple. Mas a situação é mais complexa do que isso.

Existe também a possibilidade de nenhuma conseguir, pois as leis antitruste norte americanas impedem formação de monopólio. Ou seja, um grupo gigante como a Time Warner não poderia ser adquirido facilmente por outro grupo gigante sem que isso afetasse o mercado de forma desleal.



Toda essa especulação - por enquanto realmente não passa disso - é gerada pela crise financeira que a Time Warner vem atravessando. No início do ano seu lucro líquido caiu 11,6%. Vários setores do grupo como a Turner (que engloba canais como CNN, TNT e Cartoon Network) e a HBO ficaram abaixo da expectativa. O único que se saiu bem foi o estúdio Warner Bros.

A primeira grande mudança para tentar reverter essa situação já se fez sentir. Em junho a Time Inc., editora que publica a People, a Time, entre muitas outras revistas (cerca de 90 títulos em todo o mundo) tornou-se independente da Time Warner.  As ações da nova empresa serão distribuídas entre os atuais acionistas da Time Warner, em proporção de um título novo para cada oito anteriores.


Este era um setor, voltado a publicações impressas, que vinha caindo ano após ano e essa é uma estratégia que possibilita a Time Warner ter mais fôlego para investir na área audiovisual.

Curiosamente, esse é um processo similar ao que passou o próprio Rupert Murdoch, que a partir do ano passado dividiu seu império em dois: seus jornais e revistas impressos continuaram na já conhecida News Corporation, enquanto a TV e o Cinema (como os canais Fox, FX e National Geographic e o estúdio 20st Century Fox) passaram a fazer parte da recém batizada 21st Century Fox.

Acima você viu imagens de algumas empresas que formam os conglomerados Time Warner e The Walt Disney Company, mas não todas, somente as voltadas a TV por assinatura.

A DC, a New Line, a Hanna-Barbera etc. também formam a Time Warner, assim como a Pixar, a Marvel Comics e o Marvel Studios etc. também formam a The Walt Disney Company. Abaixo você vê quais eram os canais de TV por assinatura da News Corporation:




Agora você vê abaixo que pedaços da News Corporation foram fatiados para gerar a atual 21st Century Fox:




Ou seja, não é que a Warner esteja mal e a Disney e a Fox muito melhores. Existe uma crise que provavelmente envolve todas elas... e que dificilmente  deve ser creditada apenas a queda de lucro da mídia impressa, embora isso seja um fato considerável num mundo cada vez mais ligado a tecnologia.

Pois é, os magnatas estão dividindo suas mega corporações e fusões entre os impérios não parecem ser um futuro viável. É um mundo novo e por enquanto o desconhecido é o que temos pela frente.

FONTES: Comic Book Movie, Valor Econômico e CMais.

2 comentários:

TODDY COGUMELO disse...

Vende logo essa porra Warner, de preferência pra disney! hauhauhauhua

Ivan Bismarck Schmidt Rodrigues disse...

deveria vender a Warner para Universal

Postar um comentário

Todos os comentários e críticas são bem vindos desde que acompanhados do devido bom senso.