sexta-feira, 29 de julho de 2011

ClímaxCast 08 - Tinha Que Ser o ClímaxCast do Chaves do 8!

por
Macgaren


Quais as razões para séries como Chaves e Chapolin fazerem tanto sucesso até hoje? Neste ClímaxCast Corto e Macgaren recebem Marcos, o Gênio do Mal para (tentar) descobrir o segredo do sucesso de Chespirito.


Relembre os episódios perdidos, entenda um sucesso inesperado do SBT, conheça os "Beatles da América Latina", escolha um personagem pra se identificar, analise as raízes do humor dos programas e debata: Afinal Chaves & Chapolin é um programa simples e infantil ou sofisticado e adulto?

Chaves, Quico, Seu Madruga, Bruxa do 71, Professor Girafales, Chiquinha, Sr. Barriga, Dona Florinda, Dr. Chapatin, Nhonho, Tripa Seca, Jaiminho, Pópis, Godinez, Dona Neves, Paty, Glória, Super Sam e Chapolin aguardam você. Sigam-nos os Bons!

Para baixar clique com o direito aqui e escolha "salvar como"

Para entrar em contato envie um E-Mail para BlogClimax@gmail.com ou assine nosso feed



Links comentados no episódio:

A Trilha foda de Ashita no Joe

Internet Discada ,o podcast do Marcos,o gênio do Mal


Elenco do Chaves é recebido por mutidão no Chile

Édgar Vivar e Chespirito como O Gordo e o Magro

Chespirito como Charlie Chaplin

O site do Reniet Ramirez, o mais completo sobre as séries: http://www.chespirito.org/
(obs.: ele é porto-riquenho, não cubano).

8 comentários:

rafOoliveira disse...

Preferi escutar o Climaxcast antes do Nerdcast.Parabéns pelo tema,agora vou escutar e ver no que vai dar.

Renver disse...

Não ouvi inteiro ainda...

Mas até aonde ouvi, tá muito bom, foi melhor desse jeito mesmo!!! Porque o podcast anterior que se perdeu, estávamos muito limitados (por motivo de forças maiores)...hauahuahauahauahua

Sobre os episódios perdidos... acredito que foi um pouco de tudo:
- Desorganização
- Descaso
- Censura
- Comodiadade
- Trollação do Silvio Santos

Vítor (Cid Moreira) disse...

É o primeiro episódio que escuto do podcast de vocês e achei excelente. Abordaram sobre Chaves e Chapolim com muita propriedade. Muito interessante comentarem as referências e inspirações dos seriados. Apesar do Chaves ser o mais popular, considero o "seu" Madruga (talvez) a figura mais icônica do programa e o maior sábio televisivo que já existiu, hehe (vide a frase "a vingança nunca é plena, mata a alma e a envenena). :)

Vocês assistiram a twitcam do Chespirito que teve recentemente? Foi fantástica, ele até cantou aquelas músicas tão famosas e marcantes. :)

Ótimo trabalho, pessoal. \o

Dr. House disse...

Corto,

"A pipa do vovô não subia mais" na época do Silvio Santos, rapá... Depois das maravilhosas pílulas de macho inventadas nos últimos anos me fizeram retornar ao menino pimpão de alguns anos antes.

Ah, e falando ainda sobre as músicas japarongas - a tradução final do encerramento de Dragon Ball Z sempre foi um ótimo exemplar de como NÃO se traduzir uma letra japonesa, não, Mac?

Nossa, que podcast salutar esse, hein? Lembro-me do Chaves na TVS (A TV em que vc cresce, acontece...). Bela análise do Chapolim, ótima análise do Chaves e muito boas as considerações sobre todo o contexto de Chaves no Brasil. Parabéns, senhores!!!!!!!!!!!!!

Nerdanderthal disse...

Fala galera!
Tava devendo um comentário, mas era falta de tempo mesmo.
Adorei o cast sobre a turma do Chaves / Chapolim.
Ouvi semana passada a moçada do Na Calçada Podcast tb fazer um episódio sobre o Chaves,muito bom tb, mas digo uma coisa, às vezes sinto uma certa preocupação tanto dos podcasters quanto dos ouvintes, sobre repetição de temas.
Não vejo nenhum problema a respeito disso. Existem essa coincidências, como tb temas que envolvem datas, fatos, filmes e séries em cartaz, etc (tipo dia dos pais, walking dead...) que vários podcasts falam sobre o mesmo assunto.
Isso é super saudável pq cada um tem sua maneira de ver e de dizer, características próprias e procuro ouvir todos e tirar minhas conclusões.
Bem, agora q já enrolei demais, vamos ao cast...ehehehe...
Foi muito bom lembrar do Chaves.
No começo, não curtia muito, mas com 2 filhos e sobrinhos que sempre estavam juntos, não tinha como eu deixar de assistir.
Acabava rindo junto com a criançada e às vezes até mais do que eles. Um humor de uma ingenuidade fantástica.
Chaves marcou história e ainda está por aí marcando.
Parabéns pelo programa e, pra mim, o som e a edição estavam beleza.
Abraço

Marcos "O genio do Mal" disse...

Bom este e o terceiro o comentario que faço, vamos ver se este passa, srsr pelo moderador
Adorei gravar com vocês, o Mac eu ja conhecia e o corto e realmente um otimo anfitrião, ouvi nosso amigo no MDM e sei que ele é realmente muito inteligente, obrigado pelo convite e espero ser convidado mais vezes, abraços

Toon Link disse...

ja ouvi o podcast a um bom tempo mas so pude comentar agora.

meus parabens ao Mac pela edição, ficou fantastica.


eu costumo dizer que um dos assuntos que o CHaves aborda mais fortemente é a hipocrisia, e nem é preciso muito pra perceber.

Seu Madruga por exemplo é um personagem que ganha as pessoas por embora ser uma pessoa boa, tem inumeros defeitos. nisso entra o fato dele viver ensinando valores as crianças, inclusive alguns que nem ele mesmo segue.

Mas voltando ao assunto da hipocrisia, basta lembrar do episodio em que a Dona Florinda conversa com Jirafales sobre o fato do CHaves passar fome mas eles próprios não oferecem um biscoito para o menino.

e outro bom exemplo disso é o episodio em que a Dona Florinda ao defender o Quico diz que certas mulheres se aproveitam dos homens que não podem se defender e muda completamente de assunto ao perceber que o Seu Madruga estava escutando.

D@nil.B disse...

Mais um exímio episódio bem divertido e informativo! Adoro Chaves, e o considero um dos melhores seriados antigos junto com Os Trapalhões! Eu só gostaria que lançassem mais DVDs do Chaves e companhia aqui no Brasil, e em ordem cronológica, pois os já existentes no mercado são de uma desorganização imensa. :P

Links Recomendados:
http://danilosaltarelli.blogspot.com/2011/10/silvio-santos-assistindo-aos-episodios.html
http://minilua.com/marcantes-frases-madruga/

Postar um comentário

Todos os comentários e críticas são bem vindos desde que acompanhados do devido bom senso.