quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Na Expectativa: O Mistério de Finn e os Novos Episódios de Star Wars

por
Corto de Malta

Após O Despertar da Força apresentar o começo de uma nova trilogia o que podemos esperar do futuro da saga espacial? Aqui vão três teorias que unem passado e presente, e que podem nos levar à conclusão da saga.





Teoria 1 - Rey é Filha de Luke Skywalker


Essa é bastante provável, é só prestar atenção no filme. A personagem Maz entrega o sabre de luz a Rey dizendo que ele pertencera ao pai do Luke, depois ao Luke e que agora a Rey deveria empunhá-lo.

Quando o toca, Rey tem visões que mostram Kylo liderando os Cavaleiros de Ren contra Luke e R2-D2 e dela própria sendo abandonada ainda pequena no deserto de Jakku e Maz diz que ela sempre esperou que alguém que a deixou lá retornasse, mas a pessoa não voltaria. Além disso, a garota desenvolve muito rapidamente um laço paternal com Han Solo, que pode ter servido pra despistar muita gente sobre a sua real identidade.

No fim do Episódio VII a garota carente de uma figura paterna encontra Luke, no que poderia ser interpretado como uma jornada de uma órfã ao encontro de seu verdadeiro pai.


Considerando que isto é verdade, podemos concluir que Luke a afastou por algum motivo, ainda não revelado, e que o paradeiro de sua mãe - se está viva ou morta - permanece um mistério. Será que foi ela ou Luke quem a abandonou em Jakku? Seria a mãe de Rey a personagem Mara Jade, esposa de Luke no universo expandido, que se tornou querida entre os fãs?

Outra conclusão que tiramos é que Kylo Ren e a Primeira Ordem deveriam saber que a filha de Luke Skywalker vagava perdida em algum lugar. Isso explica a reação intempestiva do vilão quando um de seus homens lhe descreve a parceira de fuga de Finn e BB-8. Essa cena é fundamental pra se aceitar a Teoria 3.





Teoria 2 - O Supremo Líder Snoke é Darth Plagueis e foi ele quem criou Anakin




Agora vamos recuar um pouco até a trilogia prequel. No Episódio III - A Vingança dos Sith descobrimos um pouco do nebuloso passado de Palpatine/Darth Sidious, quando ele conta a Anakin sobre seu mestre Sith, Darth Plagueis, a quem supostamente matara enquanto ele dormia.

O então futuro Imperador relata que Plagueis aprendeu a manipular as mindi-chlorians a ponto de gerar vida espontaneamente, além de ter poder de ressuscitar os mortos. Naquele momento Palpatine tentava seduzir Anakin para o Lado Sombrio, prometendo usar esse poder para salvar a vida de Padmé. Mas a provável ironia nisso tudo é que a história de Plagueis se encaixa perfeitamente no misterioso nascimento do próprio Anakin.

No Episódio I, quando é encontrado por Qui-Gon Jinn e Obi-Wan Kenobi, Anakin os surpreende por ter uma contagem de mindi-chlorians maior que a de Yoda e, segundo sua mãe, Shmi Skywalker,  por sua concepção ter ocorrido sem a presença de um pai. Embora AINDA não seja canônica, a ideia de que Anakin seja fruto de uma experiência  mal sucedida de Plagueis em manipular a Força, é aceita por boa parte das pessoas.


Agora, considerando que Pagueis era o Sith que manipulava a vida e a morte, teria sido ele realmente morto por Palpatine... ou teria ele manipulado o aprendiz durante todo o tempo das duas primeiras trilogias, enquanto o mesmo manipulava Anakin e toda a galáxia? Se for assim, o fracasso final no Episódio VI, quando Luke faz Darth Vader retornar do Lado Sombrio para o Lado do Bem e matar Palpatine, poderia significar um retorno definitivo à ação do vilão por trás de tudo. Isso explicaria porque ainda existem forças do Império atuando na Primeira Ordem mesmo com a morte do Imperador e do seu braço direito.

Isso se encaixaria também num certo padrão demonstrado tanto por Palpatine quanto por Snoke: o interesse na família Skywalker. Na Trilogia Prequel Darth Sidious seduz Anakin transformando-o em Darth Vader, depois na Trilogia Clássica ele quer trazer Luke para o Lado Sombrio. Do mesmo modo Snoke seduziu Ben Solo - filho de Han e Leia - tornando-o Kylo Ren. E queria que o mesmo trouxesse Rey - a suposta filha de Luke - assim que ficou sabendo dela.

Porém, talvez o plano mestre de Snoke/Plagueis seja aquele que não conseguimos enxergar ainda.






Teoria 3 - Finn é a verdadeira chave de tudo



Uma coisa que me incomodou em O Despertar da Força é o quanto JJ Abrams dá importância ao despertar em Finn, fazendo-o trair a Primeira Ordem, para um tempo depois deixar isso de lado. Ora, não é todo dia que um Stormtrooper trai o Lado Sombrio por vontade própria.

Os novos stormtroopers não são clones, são sequestrados desde o nascimento para serem treinados. Quando descobrem o que Finn fez, todos os vilões, Capitã Phasma, General Hux etc., reagem com espanto, menos dois. Um deles é Kylo.

Na primeira cena do longa metragem, quando Finn vê a destruição causada na batalha em que Poe Dameron é capturado, é possível acreditar que a Força já tivesse despertado nele. Isso explicaria o momento suspeitíssimo em que Kylo vira-se para Finn e o encara. Mais: explicaria porque depois disso ele sabia EXATAMENTE quem fora o Stormtrooper traidor antes que seu subordinado contasse.

Acontece que nessa mesma cena ele fica sabendo que uma garota em Jakku ajudou Finn e BB-8 a fugirem. Ora, se assumirmos que Rey é filha do Luke e que Kylo devia estar procurando por seu paradeiro, ele deve ter deduzido imediatamente quem ela era e, naquilo que pode ter sido seu maior erro na trama, esqueceu-se do Finn.



Daí vamos ao outro vilão que não se espantou com a traição de Finn: Snoke. Por quê? Ora, porque ele não ficou sabendo! Quando Kylo e o General Hux vão ver Snoke a primeira vez, este diz ao filho de Han Solo que sentiu um despertar na força. Kylo imediatamente cita Rey. Mas aí que está. Rey ainda não tinha despertado a Força neste momento. Ela só faz isso pra valer ao ser capturada por Kylo, depois que tocou no sabre de luz do Luke no bar da Maz Kanata.

Snoke estava falando de Finn, enquanto Kylo achou que ele se referia à Rey. Este erro seria coerente com a personalidade temperamental e instável de Kylo Ren, que o impede de ter uma visão fria da situação. Sua confusão acabou confundindo também Snoke.

O fato de JJ Abrams conduzir o filme todo em direção a Rey a partir daí, e o fato dela confirmar que tem a Força depois, o que leva a outra reunião entre Kylo e Snoke sobre o assunto, são elementos que despistam o público de tudo o que havia sido mostrado anteriormente sobre Finn. Mas ele sem dúvida tem a Força assim como Rey. Tanto que ambos usam o sabre de luz para enfrentar Kylo no final. O fato de Finn ter perdido a luta e Rey ter vencido pode ser outro elemento para despistar o público.

Mas qual é a do Finn?



Supondo que Snoke é mesmo Darth Plagueis é de se esperar que em algum momento em todos estes anos e todos estes filmes o vilão tenha percebido que apostar todas as suas fichas na Família Skywalker não era uma ideia tão boa assim. Anakin deu certo por um tempo, depois se arrependeu, Luke o venceu e salvou o pai, e Kylo foi vencido por Rey.

Então, o que ele faria? Resposta: recomeçar do zero.
Sim, afinal por que ele teria feito apenas uma experiência com as midi-chlorians gerando vida espontaneamente? E, se ele tentou de novo, isto significaria que Finn é esta experiência. 

Que, a exemplo de Anakin, Finn é um "filho da Força". O fato do personagem ter sido raptado ao nascer pode significar outra omissão proposital para não terem que mostrar que ele não teve pai. Também faria sentido que Snoke desta vez tenha deixado seu "experimento" por perto, entre os homens de seu exército. Sou capaz de apostar que se Kylo não tivesse sido confundido pela presença de Rey e tivesse contado a Snoke sobre O Despertar da Força em Finn, o vilão não teria ficado surpreso, pois já esperava por isso.



Isso também explicaria as inspirações dos dois protagonistas: Rey é uma nova versão de Luke, e Finn uma nova versão de Anakin. Assim como Luke, ela aprendeu mais rápido a usar a Força, porque é uma herdeira, a terceira geração contando de Anakin. Já ele demora mais para se tornar forte - tal qual o próprio Anakin demorou - pois ambos são o ponto zero da experiência de Plagueis.

O que não significa que sejam necessariamente mais fracos. Até porque, se Anakin foi a primeira tentativa, Finn seria uma versão aprimorada, e teoricamente tem tudo para ser ainda mais forte do que Darth Vader foi.
 
E sou capaz de apostar que o maior objetivo de Snoke é trazer Finn para o lado sombrio nos Episódios VIII e IX. Ao menos, ou ele ou a Rey provavelmente em algum momento cederão ao mal, por algum motivo.

Um ator que deverá retornar nestes filmes será Hayden Christensen, na forma do fantasma de Anakin/Darth Vader e, através de suas conversas com Luke, devemos compreender melhor o elo entre todos estes conceitos de todas as trilogias.



Por enquanto, o Climax deseja a todos...

UM FELIZ ANO NOVO! 
UM EXCELENTE 2016! 
E QUE A FORÇA ESTEJA COM VOCÊS!



2 comentários:

Richard Christian disse...

Essa teoria do Finn é interessante. realmente ele começa como protagonista, pra (sobretudo) do meio pra frente perder espaço pra Rey. só o próximo filme dirá.

Anônimo disse...

Finn é neto de Mace Windu...pronto! Bem mais simples e justifica possuir uma teorica contagem alta de mindi-chlorianse ser portanto sensitivo da força e Rey, claro, filha de Luke, tomara que com Mara Jade!
Se Snoke não for Darth Plagueis, será uma judiação a continuação, não.da trilogia mas sim de toda a saga...Espero que os diretores da Disney n joguem no lixo tdo que ja foi escrito ou espandido por simples vaidade e querer "inovar"

Postar um comentário

Todos os comentários e críticas são bem vindos desde que acompanhados do devido bom senso.