terça-feira, 10 de junho de 2014

O Mistério do Quarto Sobrinho

por
Macgaren

Que o Donald tem três sobrinhos até quem não conhece muito de Disney sabe. Mas parece que alguns artistas às vezes esquecem desse “detalhe” e, propositalmente ou não, acabam incluindo um quarto patinho em alguns quadrinhos.

O patinho extra ficou conhecido popularmente como “Phooey” (Em Inglês os nomes dos Trigêmeos são: Huey, Dewey e Louie).
O Primeiro que incluiu o Phooey em uma história foi (claro) Carl Barks. Na história “O Rio das Grandes Decisões” por exemplo podemos ver em dois quadrinhos a presença de 4 patinhos ao invés de apenas 3.

Mas não só o Homem dos Patos que cometia esse erro. Tony Strobl também adicionou um patinho a mais na história “A Corrida das Corredeiras”. 
Mas como desenhistas experientes podem cometer um erro tão básico assim? Não sei. Tudo que eu sei é que os fãs (Principalmente os mais “desocupados”) criaram centenas de explicações para a origem do Phooey. Uma mais doida que a outra. A mais bizarra que já li foi a de que originalmente os quadrigêmeos viviam felizes com os pais até que um deles causou um incêndio enquanto brincava com fogo o que acabou por transformar o Pai em pato assado. Esse garoto então fugiu e só aparece de vez em quando se misturando aos irmãos.
Essa teoria explicaria inclusive a razão pela qual o Pai dos Três (Quatro?) patinhos nunca ser mostrado.

Outros fãs inclusive foram mais longe e afirmam terem encontrado a primeira aparição de Phooey: Em uma tira desenhada por Al Taliaferro vemos um dos Patinhos ser chamado de Phooey por um amigo.



O que acontece é que, em Inglêsé uma expressão que pode significar descontentamento ou descrença em algo e é nesse sentido que a palavra é usada na tira. Mas para os teoristas da conspiração vale tudo.


A verdade é que Phooey não passa de uma lenda. Se ele foi adicionado nas histórias por engano ou proposital é algo que talvez nunca saberemos. Mas desde que eu soube da existência desses “erros” passei a ler as histórias com mais atenção e sempre procurando pela próxima aparição do “patinho fugitivo”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários e críticas são bem vindos desde que acompanhados do devido bom senso.