quarta-feira, 11 de junho de 2014

Baú do Tesouro: O Casamento do Pato Donald

por
Macgaren

Ao olhar um álbum de fotos, Donald adormece e tem o sonho mais louco de sua vida.


Nele, Cansada de ser “enrolada” por tanto tempo, Margarida resolve partir pro ataque e tentar fazer com que Donald a peça em casamento. E assim finalmente o casal de patos mais famoso da Disney se casam. Para espanto geral da cidade. No início, tudo vai bem, mas Donald logo descobre o real significado da frase: “Se casamento fosse bom, não precisaria de testemunhas”. E o sonho se torna um pesadelo para o pobre pato.


 Criada e publicada no Brasil em 1987, Com roteiro de Júlio de Andrade e desenhada por Euclides K. Miyaura, Irineu Soares Rodrigues, Luiz Podavin e Roberto O. Fukue “O Casamento do Pato Donald” ganhou uma certa atenção da mídia em geral. A Disney inclusive só autorizou sua publicação caso ficasse claro desde o início de que tudo não passava de um sonho. E isso é perceptível, já que as páginas que se referem ao sonho, são de cores diferente do resto da revista e os quadrinhos, em formato de nuvens, reforçam a atmosfera de sonho. Por isso que eu optei por revelar no post que era um sonho, já que isso não é Spoiler.



 “O Casamento do Pato Donald” abriu a coleção “Série Ouro Disney” coleção em cinco edições que trazia também “Pateta Em Hollywood”, “As Bruxas Também Amam (com o casamento da Madame Mim com o Mancha Negra)” , “O Zécutivo” e “Peninha Prefeito”. Todas as histórias tinham em comum o fato de serem sonhos dos personagens principais. Para quem conhece as histórias “What If (O que aconteceria se..)” da Marvel, é impossível não fazer a comparação, já que em ambos os casos, trata-se de uma versão “alternativa” dos personagens conhecidos. A diferença é que aqui, tudo não passa de sonhos e no What If, trata-se realmente de universos paralelos.



 Como Curiosidade, o Donald não foi o único personagem da família Pato a quase se casar: Na História “O Casamento do Tio Patinhas”escrita e desenhada pelo Italiano Massimo De Vita publicada aqui no Brasil na edição 252 de Tio Patinhas (1986), o pato pão duro também foi para o altar.
Na história, Tio Patinhas precisa de um terreno onde ele irá construir um grande Shopping Center. O problema é que a dona do tal terreno é a Brigite, e em troca do terreno, ela exige se casar com o Patinhas que aceita ( o que não faz o dinheiro?) Será que o Tio Patinhas foi fisgado? Isso só lendo para descobrir.

Ainda sobre casamentos, no episódio “O Diário do Donald“, desenho animado de 1954 Donald também tem pesadelos sobre seu casamento com a Margarida. Será que os autores da história em quadrinhos se basearam nesse desenho para criá-la? No fim do post, coloco o episódio para assistirem. Já no último episódio da primeira temporada de Ducktales “Até que os Sobrinhos nos Separem”,quem vai para o altar é o Tio Patinhas. Isso claro até Dora Cintilante, a eterna Paixão do Pato pão duro aparecer e acabar com a festa.



 Para finalizar, não importa o quanto o casamento seja complicado, nos quadrinhos Disney, não é preciso apelar para pactos com o capeta para terminar com ele. Tudo pode se resolver com um simples despertador e tudo voltar ao normal (ou quase).





 Abaixo o desenho “Donald’s Diary” postado do ótimo blog Donald Cartoon.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários e críticas são bem vindos desde que acompanhados do devido bom senso.