sexta-feira, 23 de maio de 2014

Baú do Tesouro: King Kong Vs. Godzilla

por
Macgaren

[Nota do Corto: Se você acha que Batman Vs. Superman será o "maior" confronto do Cinema, então nunca ouviu falar deste filme.]




Japão. O presidente de uma indústria farmacêutica fica sabendo sobre um lendário gorila gigante que vive em alguma ilha do pacífico e tem a “brilhante” idéia de capturar o bicho, levá-lo ao País e usá-lo em comerciais (como isso iria ajudar na imagem da empresa só Deus sabe). Obviamente tudo dá errado e o macacão escapa. submarino americano acidentalmente desperta Godzilla do Iceberg onde o bichão havia ficado adormecido desde seu último filme. Ele acaba se dirigindo para o Japão é claro. Afinal já está familiarizado com o lugar.

Se lidar com um monstro gigante já é difícil,imagine com dois. Como não tinha nenhum herói de Tokusatsu disponível,os pobres humanos tem a primeira boa idéia do filme:Atrair os bichos para que ambos se aniquilem.


King Kong Vs Godzilla (KinguKongu Tai Gojira) é um filme trash (mesmo? não me diiiga…) de 1962 produzido pelo estúdio Toho aproveitando que eles haviam adquiridos os direitos do Kong. Para dirigir o filme foi chamado o diretor Ichiro Honda que já havia dirigido filmes do Godzilla e os efeitos ficaram a cargo de Eiji Tsuburaya lendário diretor que além de diversos filmes de monstros  foi responsável pela produção e ( por que não?) criação da “família Ultra” da qual faz parte UltraMan, UltraSeven e um monte de outros (Só faltou o UltraJovem).



 O filme segue aquela fórmula já esperada: Monstros atacam,destroem maquetes,humanos tentam detê-los sem sucesso tudo temperado com cenas pra lá de risíveis. Destaque para a forma que os humanos “levam” o Kong até o lagartão. Também não posso deixar de citar a cara de paspalho que o Macacão tem.Tudo bem que ele é gigante e tudo mais,mas se eu encontrasse com ele, iria morrer de rir antes que ele me matasse.

 Enfim, agora falando dos humanos eles são o alívio cômico(se é que precisa) do filme. Podemos quase dizer que King Kong Vs Godzilla é um filme de comédia com monstros destruindo tudo. Até as cenas da luta entre os dois gigantes ,de tão trash,rende boas risadas .


Mas os produtores estadunidenses não gostaram desse clima quase pastelão do filme e resolveram fazer suas alterações:O que eles fizeram foi o que,depois se tornou praxe nas séries de tokusatsu: Pegaram apenas as cenas dos monstros do filme Japonês e gravaram cenas com atores dos EUA como o “núcleo” humano.Então a versão que foi exibida nos EUA trazia um repórter estadunidense que seguia a trilha de destruição causada pelos dois monstros.E aumentaram o nível de destruição também. Prefira sempre o filme Japonês. Que como curiosidade foi o primeiro filme colorido do Godzilla.


Por mais tosco que seja, King Kong Vs Godzilla fez sucesso e a Toho fez mais um filme com o Gorilão (O contra-Ataque de King Kong onde ele enfrentava o…Mechani Kong (Sim! Um Kong Robô). Quando foram tentar fazer uma continuação propriamente dita, os direitos do Kong voltaram à Turner que deu início à produção do filme King Kong que seria lançado em 1976).

Nos anos 90 a Toho tentou negociar um remake do filme antigo mas como a Turner pediu muita grana e tentaram dar o “jeitinho Japonês” usando o Mechani Kong. Mesmo assim a Turner não permitiu. O roteiro foi aproveitado em Godzilla Vs King Ghidorah  e os dois adversários seguiram “carreira” separados.


Por mais risível que possa parecer, King Kong Vs Godzilla ainda é melhor que o filme do Godzilla produzido nos Estados Unidos nos anos 90. E vale a assistida caso você goste de filmes toscos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários e críticas são bem vindos desde que acompanhados do devido bom senso.