terça-feira, 6 de setembro de 2011

Veja o Trailer de A Chave de Sarah

por
Corto de Malta

Adaptado da obra homônima de Tatiana de Rosnay, A Chave de Sarah conta a trágica e comovente história de Sarah e seu pequeno irmão Michel, na França ocupada pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial.

Em 16 de julho de 1942, 13 mil judeus (entre eles 4 mil crianças) de Paris foram confinadas no Vélodrome d'Hiver, uma antiga arena de ciclismo, próxima a Torre Eiffel. A pequena Sarah e seus pais estavam entre elas. Mas Sarah tinha uma esperança e uma razão muito fortes para crer que voltariam logo para casa.  Ao serem tirados a força pela polícia, Sarah escondeu  Michel, trancando-o no quarto secreto da casa que só os irmãos conheciam e guardou a chave junto a si, prometendo voltar logo. Mas sua esperança começa a ser despedaçada quando todos são enviados a Auschwitz, o maior campo de concentração da Alemanha Nazista, localizado ao sul da Polônia... muito distante do lar de Sarah.


Anos depois, essa história nos seus mais terríveis detalhes é revivida pela jornalista Julia Jarmond que em sua própria trajetória de vida acaba descobrindo que  a casa pra onde ela e o marido iam se mudar foi  a mesma onde Sarah e Michel passaram a infância e, partir daí, serão revelados a ela terríveis segredos de família.
Tatiana de Rosnay tomou como base um fato real polêmico na França (a concentração forçada de homens, mulheres e crianças judias no Vélodrome d'Hiver com o consentimento do governo francês) para narrar uma história de ficção angustiante (que no fundo todos nós sabemos que deve ter acontecido em outro lugar com outras pessoas, mas nas mesmas circunstâncias macabras) onde todo mundo já sabe o final e isso não o torna menos fácil de aceitar...

A Chave de Sarah é um dos livros mais tristes que eu já li. Ano passado virou filme na França, estrelado por Kristin Scott Thomas como Julia Jarmond. Assista ao trailer da adaptação dessa obra que todos deviam conhecer para refletir sobre como a maldade das pessoas desse mundo pode causar a destruição sem piedade até do que há de mais singelo no ser humano...


2 comentários:

Deka Master Aka disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Deka Master Aka disse...

Esse filme terei que ver só, vai que
acontece algum acidente né.!

Postar um comentário

Todos os comentários e críticas são bem vindos desde que acompanhados do devido bom senso.